Flagrante de manipulação: Rede Globo usa novelas para condicionar a mente da população em favor à agenda gay

Como sempre eu digo: A mídia podre televisiva serve apenas para: Distrair, manipular, enganar, condicionar, alienar e emburrecer a população em prol da agenda do governo da iniquidade... Veja só:

A cena é da novela "Insensato Coração", a mais vista da Globo. Num quiosque de praia freqüentado pelos gays da trama, o atendente narra o drama de um amigo seu, também gay, agredido por "pitboys". Escutam o relato Suely e Nelson. Suely pergunta:

- E ele teve que ir pro hospital?

- Ah, Suely... Mandíbula fraturada, três dentes quebrados, cheio de hematomas pelo corpo. Gente, escapou de um traumatismo craniano por pouco!, conta o atendente. Suely comenta:

- Meu Pai, mas que horror essa briga de.

O atendente corta a frase de Suely. Ela mostrou que não tem televisão em casa, pois se acompanhasse as novelas e jornais da Globo já teria concluído, sem necessidade de informações complementares, que estamos diante de mais um caso de "homofobia", essa epidemia que toma conta do Brasil. O atendente corrige a inocente mulher:

- Que briga, Suely? Massacre! Meu amigo tava saindo de um bar sozinho à noite, de repente apareceu esse bando de pitboys e saíram agredindo o garoto. Uma covardia!

O atendente acrescenta que o agredido não quis registrar a ocorrência na delegacia, "porque ele é gay e tem medo que façam chacotas, e fazem, né?". Nelson afirma então que é importante divulgar o incidente para "reforçar as estatísticas para pressionar mais". Quem deve ser pressionado ele não diz, mas o mais burro dos militantes sabe que o recado é endereçado a Brasília.




- Eu fico maluco com isso, gente!, continua o atendente - Só no ano passado foram assassinados 260 gays, lésbicas e travestis no Brasil todo. Quase um por dia!

Como em toda peça de engenharia psicológica, é preciso mostrar que o senso de percepção básica das pessoas está errado e substituí-lo pelo dogma da militância. É para isso que Suely está lá. Ao ouvir a estatística, ela lastima: "É, a violência tá demais mesmo...". E então o gay do quiosque corrige a mulher mais uma vez:

- Não, Su, não se trata disso. Eu não tô falando de gays que foram assassinados por um motivo ou por outro. Eu tô falando de pessoas que foram assassinadas especificamente porque eram gays!

E então os três fazem caras sensibilizadas com a barbárie. O serviço está feito. Muitos dos milhões de espectadores da novela estão prontos para aplaudir o PLC 122 sem conhecer seu conteúdo, mas confiantes de que 260 gays deixarão de morrer todo ano quando a militância "pressionar mais" e obter vitória no Senado. Os que objetarem à lei serão vistos como potenciais agressores.
A estratégia da militância gay, com suas cifras misteriosas, discursos histéricos e encenações autovitimizantes, é como a novela da Globo: ficção para pessoas de baixa imunidade intelectual, facilmente moldáveis.

Em quase todas novelas da Rede Globo agora existe um personagem gay, que é carismatico para a aceitação do povo.

Obs: A violencia não justifica nada, mas a manipulação feita é totalmente satanica, quem sabe para que o Diabo veio, sabe o que siginifica manipulação e logo sabe que Nenhuma emissora de televisão pensa e quer o seu bem, muito pelo contrario quer te manipular e te influenciar aos seus interesses.

Acorda Povo a Biblia diz em Matheus 24-22 "E se aqueles dias não fossem abreviados, ninguém se salvaria; mas por causa dos escolhidos serão abreviados aqueles dias".    tudo esta acontecendo rapido demais...
Não caião no Engano final!

Fiquem na Paz.


fontes: http://www.libertar.info

Penulis : Kyo ~ Sebuah blog yang menyediakan berbagai macam informasi

Artikel Flagrante de manipulação: Rede Globo usa novelas para condicionar a mente da população em favor à agenda gay ini dipublish oleh Kyo pada hari sexta-feira. Semoga artikel ini dapat bermanfaat.Terimakasih atas kunjungan Anda silahkan tinggalkan komentar.sudah ada 0 komentar: di postingan Flagrante de manipulação: Rede Globo usa novelas para condicionar a mente da população em favor à agenda gay
 
Reações: 

0 comentários:

Postar um comentário