Apocalipse 17 é Claro como Cristal: Fala da Igreja Católica!


Significado da Palavra Vaticano  (video no fim do post)

Vaticanus surge então como a combinação de VATIC+ANUS , assim como Romanus é a combinação de Roma+anus portanto, colinas do Vaticano significa COLINAS DA PROFECIA, a palavra Vaticano é um aportuguêsamento da palavra Vaticanus.
De onde vem a palavra Vaticano e o que ela significa?
Procure no dicionário palavras derivadas do latim VATES, e verificará que elas tem uma significação relativa a “conhecimento do futuro”. O nome Vaticano é dado ao lado oeste do rio Tibre em Roma por causa dos advinhos que diariamente ficavam enfileirados apregoando os seus serviços aos passantes na rua, isto ocorria no décimo quarto século quando o Papado retornou para Roma, voltando do período em que a Igreja Católica teve sua sede na cidade de Avignon ( França), atualmente o Vaticano tornou-se a residencia dos Papas, e a palavra passou a referir-se ao enclave em Roma que se tornou a residência dos Papas e a séde administrativa da Igreja Católica Romana..
Procure em ingles Incredible Book of Vatican Facts and Papal Curiosities, by Nino Lo Bello, Liguori Publications, Copyright 1998, ISBN 0-7648-0171-6, page 135.
Veja-se aqui um versiculo encontrado na ” Vulgata” (Tradução da Bíblia em latim) e como está traduzido na Versão João Ferreira de Almeida ( Edição comtemporanea e outras):
Neh 6:12 et intellexi quod Deus non misisset eum sed quasi (vaticinans) locutus esset ad me et Tobia et Sanaballat conduxissent eum
Neh 6:12 Então percebi que não era Deus quem o enviara, mas que ele tinha (profetizado) contra mim porque Tobias e Sambalate o haviam subornado
Agora observem as moedas emitidas na cidade do Vaticano. As moedas contem a inscrição em Italiano “CITTÁ DEL VATICANO”, que nos acabamos de demonstrar, significa CIDADE DA PROFECIA.
Apoc. 17:4 “A mulher estava vestida de púrpura e escarlate,com ouro, pedras preciosas, e pérolas. Tinha na mão um calice de ouro cheia das abominaçoes e da imundicie da sua prostituição.”
Aqui você pode ver o Papa vestindo escarlate e o arcebispo vestindo púrpura-avermelhado. Em 12 de março de 2000, durante a missa , o Papa e outros membros da hierarquia Católica usando varios tons de violeta-púrpura:
Abaixo fotos de 31 outubro dede 1999 assinando a declaração conjunta Católicos e Luteranos sobre a Justificção pela fé. Note-se que os Católico Romanos estão vestido de escarlate e púrpura.
Apoc 17:4 “A mulher estava vestida de púrpura e escarlate, e adornada com ouro,pedras preciosas e pérolas, Tinha na mão um cálice de ouro cheio das abominaçoes e das imundicies de sua prostituição.”
Papa João Paulo II, vestido de púrpura na missa do pedido de perdão em 12 de março de 2000.



A esquerda esta FIDES, a Fé Católica segurando uma taça, retratada por Lorenzo Sabbatini e seus assistentes de 1573 – 1576 na abobada da primeira sala ” dei Foconi” , o Vaticano.  A taça de ouro na mão da mulher de apocalipse 17 esta cheia de abominações e da imundície de sua fornicação, as quais representam doutrinas apostatas, dogmas corrompidos, os quais ela produziu para que as naçoes bebam.


Nenhuma outra denominação Cristã, além da Igreja Católica Romana, representa a si mesma com as características que estamos vendo.
Medalhas do Papa Inocencio XI cunhadas em 1680, quarto ano do seu reinado. No reverso da medalha, está FIDES representando a Igreja Católica .

A mulher de Apocalipse 17 é a igreja mãe com suas filhas apóstatas.:
Apoc 17:5 “E na sua testa estava escrito; MISTÉRIO, A GRANDE Babilônia, A MÃE DAS PROSTITUIÇÕES E DAS ABOMINAÇOES DA TERRA.”
Somente a Igreja Católica Romana proclama ser a ” MÃE ” das igrejas Cristãs.
Procure em :   Note on the Expression Sister Churches by Cardinal Joseph Ratzinger and Archbishop Tarcisio Bertone, SDB, June 30, 2000.
Recentemente no documento Memory and Reconciliation, onde a Igreja Católica Romana pede perdão por seus pecados, e pelo passado de perseguição , na secção 3.4 há a chamada ” A “Maternidade da Igreja”:
A convicção de que a Igreja pode fazer-se responsavel por seus pecados e pelos pecados de suas filhas pela virtude da solidariedade que existe entre elas através do tempo e do espaço por sua incorporação em Cristo e no trabalho do Espirito Santo, e expressa na particular ideia de ” Igreja Mãe” ( Mater Ecclesia), …
No documento: MEMORY AND RECONCILIATION.

Além disso, para controlar espíritos desenfreados, ele [O Concílio de Trento ] decretou que ninguem pode confiar em seu proprio julgamento em asssuntos de fé e moralidade, os quais os quais estão relacionados com a edificação cristã, torcendo a Bíblia conforme suas próprias concepções, e presumir que possa interpretar ao contrário daquilo que já foi estabelecido pela “Santa Igreja Mãe“, a quem pertence a responsabilidade de Julgar o verdadeiro sentido das escrituras..
Procure por: The Canons and Decrees of the Council of Trent, English Translation, by Rev. H. J. Schroeder, O.P., Copyright 1941 by B. Herder Book Co., Copyright 1978 by TAN Books and Publishers, Inc., Library of Congress Catalogue Number: 78-66132, ISBN 0-89555-074-1, pages 18-19.

A mulher de Apocalipse 17 também tem MISTÉRIO escrito na sua testa:
Apoc 17:5 “E na sua testa estava escrito; MISTÉRIO, A GRANDE Babilônia
O católico também está bem familiarizado com muitos “mistérios” pela recitação do rosário. Há 15 grupos de 10 rezas, (150 recitações) e durante cada grupo de 10 rezas, o católico contempla os “mistérios” da igreja como segue:
Os Quinze Mistérios do Rosário são divididos em três grupos: Os gozosos, os dolorosos, e os gloriosos.
A Igreja Perseguidora Embriagada com Sangue
Apoc 17:6 “Vi que a mulher estava embriagada com o sangue dos santos e com o sangue das testemunhas de Jesus. Quando a vi, admirei-me com grande espanto.”
A Igreja Católica Romana durante a idade média foi responsavel pela perseguição e morte de milhares de cristãos que ousadamente liam a Biblia, traduziam a Bíblia, ou pregavam usando a Bíblia e abandonaram as doutrinas e dogmas católicos tais quais a transubstanciação.
O fato de que a Igreja Católica Romana foi compelida a pedir perdão por seus pecados pela perseguição feita no passado, confirma uma mãe perseguidora e apóstata responsavel pelo sangue dos santos descritos no apocalipse.

A Cidade das Sete Montanhas
A mulher de apocalipse 17 esta sentada sobre sete montanhas.
Apoc 17:9 “…As sete cabeças são sete montes sobre os quais a mulher esta assentada.”
Alguns apologistas da Igreja Romana tentam aplicar esta passagem como sendo Jerusalém. Não obstante, esse verso fala uma Igreja apóstata e perseguidora de Cristãos sediada em uma cidade de sete montanhas. Não há Igrejas Cristãs que tenham sua sede administrativa em Jerusalém, logo é muito facil desfazer a possibilidade de que a profecia estivesse falando de Jerusalém. Acrescente-se ainda que:
Apocalipse 17:18 “A mulher que viste é a grande cidade que reina sobre os reis da terra.”
Logo devemos procurar por uma igreja cristã perseguidora que reine sobre os reis da terra a partir de uma grande cidade conhecida por ter sete montanhas. Devemos então considerar a “Grande e eterna cidade de Roma”, Sede da Igreja Católica Romana. Procure em várias enciclopedias e você vai verificar que Roma é conhecida por ” cidade das sete montanhas” . Estas sete montanhas são : Capitolina, Quirinal, Viminal, Esquilina, Celina (coelian), Adventina e Palatima.
Muitos Católicos tentam refutar a Bíblia, dizendo que a sede da Igreja é apenas uma parte de Roma e não toda a cidade. No entanto até  a independencia do Vaticano em 1929 e por centenas de séculos a sede era TODA A CIDADE.
Hoje ainda assim, a Igreja é dona de suntusos prédios fora dos muros do Vaticano, ou seja na própria Roma Italiana. Um deles é A igreja de Latrão:


Oficialmente, a Igreja de São João Latrão, é a Catedral do bispo de Roma, o Papa. É considerada a igreja de mãe do mundo Cristão. A basílica, parte de uma doação da família de Laterani, foi apresentada para a Igreja em 311. É a mais velha das basílicas Cristãs e históricamente conhecida como a basílica de Constantino.

Bento 16 já sentou em seu Trono de Rei, dentro dessa igreja-palácio, confirmando que os domínios católicos não se restringem a dentro dos muros do Vaticano, mas por toda Roma.
Sobre o fato que Apocalipse 17:18 diz: “A mulher que viste é a grande cidade que reina sobre os reis da terra.“, temos que mostrar a medalha cunhada pelo Papa Calisto III (1455-58), onde no verso se lê OMNES REGES SERVIENT EI, uma referencia a Daniel 7:27 da versão em latim ” Vulgata” ,cuja tradução é ” TODOS OS REIS O SERVIRÃO”




Observação importante para completar o Post:



OBS: Primeiramente gostaria de pedir ao irmão, que esteja com sua bíblia em mãos para comparar as passagens que serão citadas abaixo
Como Cristãos devemos ter a bíblia como nossa única regra de fé. Creio que muitos dos filhos de Deus estão na igreja católica, acho que ninguém discorda. Porém a doutrina católica em si, é corrompida, está na bíblia:
A biblia diz:
“Respondeu-lhe Jesus. Eu sou o caminho a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai senão por mim” João 14:6
“Porquanto a um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem”. I Timoteo 2:5
“Não farás para ti imagem de escultura, não as adorarás nem darás culto…” Êxodo 20:4-5
“De que serve uma escultura, um ídolo de metal e um mestre de mentira para que nele confie”. Habacuque 2:18-19:
“Todos os artífices de imagens de esculturas são nada e suas coisas preferidas são de nenhum préstimo; eles mesmos são testemunhas de que elas nada vêem nem entendem, para que eles sejam confundidos”. Isaias 44:09:
-> Mas a igreja inseriu a veneração a santos. são prestados cultos a imagens. São postos como intercessores, mesmo a bíblia dizendo que só JESUS intercede por nós
A biblia diz:
“Lembra-te do dia de sábado para o santificar…” Êxodo 20:8-11
Escrito pelo próprio Deus (Êxodo 31:18)
-> Mas a igreja romana através de Constantino mudou o dia santo para o domingo
“Os cristãos não devem judaizar,ou estar ociosos no Sábado, mas trabalharão nesse dia; o dia do Senhor (Domingo), entretanto, honrarão especialmente, e, como Cristãos, não devem, se possível, fazer qualquer trabalho nele. Se, porém, forem achados judaizando, serão separados de Cristo.”
(Cânon 29, do Concílio de Laodicéia, em 364 d.C.).
A bilblia mostra que se levantaria um poder religioso que mexeria na Lei de Deus e perseguiria o povo de Deus:
“..cuidará de mudar os tempos e a lei” Daniel 7:25
O Cardeal Gibson da igreja Romana arcebispo de Baltimore e primaz da Igreja Católica nos Estados Unidos: comenta em Faith of our fathers, edição de 1892: “Podereis Ler a bíblia de gêneses ao apocalipse e não encontrar uma linha que autorize a santificação do domingo. As escrituras ordenam a observância do sábado, dia que nós nunca santificamos”.
“A Igreja mudou a observância do Sábado para o domingo pelo direito divino e a autoridade infalível concedida a ela pelo seu fundador, Jesus Cristo. O protestante, propondo a Bíblia como seu único guia de fé, não tem razão para observar o domingo. Nesta questão, os Adventistas do Sétimo Dia são os únicos protestantes coerentes.” – Boletim Católico Universal, pág. 4, de 14 de agosto de 1942.

->Como essa igreja que inseriu diversos ensinamentos não bíblicos e fugiu tanto da doutrina verdadeira, pode ser a igreja de Deus?
Por fim,
Jesus mostrou sua insatisfação quando homens inserem doutrinas baseadas em tradições,que não são bíblicas, basta lermos o caso relatado em Mateus 15:1:20, veja em sua bíblia:
“Por que transgridem vós o mandamento de Deus por causa da vossa tradição” verso 3
“Esse povo honra-me com seus lábios mas o seu coração está longe de mim ensinando doutrinas que são preceitos de homens” verso 9
-> A igreja Católica utiliza as tradições e não apenas a bíblia
 há muitos filhos sinceros na igreja católica, porém a doutrina é antibíblica isso é muito claro. Devemos mostrar a verdade por mais dura que possa parecer, porque reconheço que é difícil aceitar uma nova ideia que seja contrária a tudo o que voce tenha aprendido em sua vida. é dificil aceitar. algumas vezes a reação pode ser de raiva, revolta, tristeza ou negação. Mas são mecanismos de defesa humanos, isso é normal. Basta orar e pedir ao Espirito Santo orientação e Ele guiará


Veja o video:




Um abraço
Deus o abençoe


fontes:
adventismoemfoco.wordpress.com
Youtube

Penulis : Kyo ~ Sebuah blog yang menyediakan berbagai macam informasi

Artikel Apocalipse 17 é Claro como Cristal: Fala da Igreja Católica! ini dipublish oleh Kyo pada hari segunda-feira. Semoga artikel ini dapat bermanfaat.Terimakasih atas kunjungan Anda silahkan tinggalkan komentar.sudah ada 22 komentar: di postingan Apocalipse 17 é Claro como Cristal: Fala da Igreja Católica!
 
Reações: 

22 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkk SÓ LI HERESIAS KKKKKKKKK LOROTAS KKKKKK
    Vou dar-lhes uma refutação a altura de suas heresias.

    Vamos La:
    Assim diz Isaias: Como se prostituiu a cidade fiel (SIÃO).
    “Outro anjo seguiu-o, dizendo: Caiu, caiu a grande Babilônia, por ter dado de beber a todas as nações do vinho de sua imundície desenfreada.” (Apocalipse, Capítulo XIV, Verso VIII)
    Olhando esse verso isolado, fora de seu contexto e descaracterizado, qualquer protestante, ou, qualquer herege, dirá que: A GRANDE BABILÔNIA, ou, A GRANDE PROSTITUTA, refere-se à IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA. Porém, como vimos em outros artigos, a Babilônia, refere-se a uma GRANDE CIDADE, no caso, essa GRANDE CIDADE é JERUSALÉM.
    Voltando ao assunto, essa Babilônia, possui outras características além de ser uma GRANDE CIDADE, o livro do Apocalipse diz:
    “Na sua fronte estava escrito um nome simbólico: Babilônia, a Grande, a mãe da prostituição e das abominações da terra.” (Apocalipse, Capítulo XVII, Verso V)
    “Clamava em alta voz: Temei a Deus, e dai-lhe glória, porque é chegada a hora do seu julgamento. Adorai aquele que fez o céu e a terra, o mar e as fontes. Outro anjo seguiu-o, dizendo: Caiu, caiu a grande Babilônia, por ter dado de beber a todas as nações do vinho de sua imundície desenfreada. Um terceiro anjo seguiu-os, dizendo em alta voz: Se alguém adorar a Fera e a sua imagem, e aceitar o seu sinal na fronte ou na mão, há de beber também o vinho da cólera divina, o vinho puro deitado no cálice da sua ira. Será atormentado pelo fogo e pelo enxofre diante dos seus santos anjos e do Cordeiro.” (Apocalipse, Capítulo XIV, Versos VII ao X)
    O que vemos nesses textos é: A grande meretriz, ou, Babilônia, fez as nações beber do vinho de suas imundices, também, segundo o texto, essa meretriz, adorou a BESTA (Império romano) e aceitou o seu SINAL. Sem contar que, ela, Babilônia, é mães das prostituições e abominações da TERRA.
    Para quem quiser saber quem é a besta do Apocalipse, acessar o meu artigo: A BESTA do primeiro século.
    Para quem quiser saber qual era o sinal da besta, acessar o meu artigo: Qual era o sinal da BESTA na mão direito e na fronte.
    Então, temos as seguintes características a respeito dessa Babilônia. Segundo os textos, essa Babilônia é:
    1º - Mãe das prostituições da terra.
    2º - Mãe das abominações da terra.
    3º - Deu de beber o vinho de suas prostituições as nações.
    4º - Ela adorava a Besta e aceitava o seu sinal.
    Ates de começar a refutação, devemos entender que: O termo TERRA, segundo a cultura HEBRAICA, era designado a um TERRITÓRIO, nos caso, eles se referiam ao território de Israel, era uma questão patriótica, cultural e política.

    ResponderExcluir
  2. Continuan

    Eu vos lhes mostra que todas as características dessa PROSTITUTA, e, provar biblicamente e historicamente que, todas essas características, referem-se à JERUSALÉM.
    Vamos ver se, JERUSALÉM, possuía algum crime ABOMINÁVEL:
    “A palavra do Senhor foi-me dirigida nestes termos: filho do homem, mostra a Jerusalém os seus crimes abomináveis.” (Ezequiel, Capítulo XVI, Verso I)
    “Em meio a todas essas depravações abomináveis, não te lembraste do tempo de tua juventude, quando estavas toda nua e te rolavas em teu sangue.” (Ezequiel, Capítulo XVI, Verso XXII)
    Então, JERUSALÉM, era a cidade que possuía crimes abomináveis. Vamos ver agora, se ela, JERUSALÉM, era prostituta:
    “A reputação da tua beleza correu entre as nações, pois essa beleza era perfeita, graças ao esplendor que te havia eu preparado - oráculo do Senhor Javé. Tu, porém, te fiaste na beleza, aproveitaste da tua fama para te prostituíres e ofereceste a tua sensualidade a todo transeunte, a quem te entregaste.” (Ezequiel, Capítulo XVI, Versos XIV e XV)
    “E viu como repudiei a Revoltada Israel e lhe concedi a carta de divórcio, em razão de seus adultérios. Contudo, sua irmã, a Pérfida Judá, não se atemorizou, mas também ela se tornou prostituta! E com sua ardente luxúria maculou a terra, adulterando-se com a pedra e com a madeira.” (Jeremias, Capítulo III, Versos VIII e IX)
    “Percorrei as ruas de Jerusalém, olhai, perguntai; procurai nas praças, vede se nelas encontrais um homem, um só homem que pratique a justiça e que seja leal; então eu perdoarei a cidade... Por que deveria eu perdoar-lhe isso? Seus filhos me abandonaram e juraram por aqueles que não são deuses. Embora eu tenha suprido as suas necessidades, eles cometeram adultério e frequentaram as casas de prostituição” (Jeremias, Capítulo V, Versos I ao VII)
    “Antes multiplicaste as tuas prostituições na terra de Canaã até Caldéia, e nem ainda com isso te fartaste.” (Ezequiel, Capítulo XVI, Verso XXIX)
    Nesses textos diz: JERUSALÉM, além de ser PROSTITUTA, ainda, manchou toda á TERRA (Território de Israel), e, se prostituía com outras NAÇÕES. Lembra-se do que dizia o primeiro texto por mim citado? “Caiu, caiu a grande Babilônia, por ter dado de beber a todas as nações do vinho de sua imundície”. Muita coincidência!
    Pode haver uma objeção protestante dizendo: Desde quando aquela Jerusalém conseguiu se prostituir com TODAS AS NAÇÕES DO MUNDO.
    Novamente, temos que entender a CULTURA HEBRAICA DA ÉPOCA, naquele momento, TODAS AS NAÇÕES, para os HEBREUS, era todas as NAÇÕES, no qual, eles possuíam conhecimento. Na época, eles usavam as conquistas de Alexandre Magno, ou seja, todas as nações helenizadas por Alexandre Magno. Observem o que era MUNDO para os HEBREUS.
    “Achavam-se então em Jerusalém judeus piedosos de todas as nações que há debaixo do céu.” (Atos dos Apóstolos Capítulo II, Verso V)
    Segundo o texto: Em JERUSALÉM, no dia de pentecostes, havia JUDEUS de TODAS AS NAÇÕES que há debaixo do céu. Agora eu pergunto: Será que existia ali, alguém do NORTE DA EUROPA? DA AUSTRÁLIA? DA AMÉRICA DO SUL? DA AMARICA CENTRAL? NA AMÉRICA DO NORTE? DO JAPÃO?
    Observem o que eram TODAS AS NAÇÕES para os HEBREUS.
    “Como então todos nós os ouvimos falar, cada um em nossa própria língua materna? Partos, medos, elamitas; os que habitam a Macedônia, a Judéia, a Capadócia, o Ponto, a Ásia, a Frígia, a Panfília, o Egito e as províncias da Líbia próximas a Cirene; peregrinos romanos, judeus ou prosélitos, cretenses e árabes; ouvimo-los publicar em nossas línguas as maravilhas de Deus!” (Atos dos Apóstolos Capítulo II, Verso VIII ao XI)
    Creio que não exista nesses versos, 10% dos países existentes no mundo.
    Bem, será que existe algum texto onde diz que JERUSALÉM era MÃE das prostituições?
    “Depois tomaste os teus filhos e tuas filhas, que para mim deste à luz e os ofereceste a eles para sua nutrição. Por acaso são poucas as tuas prostituições? Degolaste os meus filhos e os fizeste passar pelo fogo em sua honra.” (Ezequiel, Capítulo XVI, Versos XX e XI)

    ResponderExcluir
  3. Meu Deus! Até parece que eu estou lendo o Apocalipse, mas, é o livro do profeta Ezequiel. Segundo o profeta, JERUSALÉM, além de se prostituir, entregava seus FILHOS à sua prostituição, ou seja, JERUSALÉM, a Grande Cidade, era MÃE de todas as prostituições e abominações da TERRA (Território de Israel). E ainda fez com que todas as nações, bebessem do vinho de suas prostituições: “A reputação da tua beleza correu entre as nações”.
    Agora, vamos saber se, JERUSALÉM, adorou a BESTA (Império romano), ou, não.
    “(Era a Preparação para a Páscoa, cerca da hora sexta.) Pilatos disse aos judeus: Eis o vosso rei! Mas eles clamavam: Fora com ele! Fora com ele! Crucifica-o! Pilatos perguntou-lhes: Hei de crucificar o vosso rei? Os sumos sacerdotes responderam: Não temos outro rei senão César!” (Evangelho de São João, Capítulo XIX, Versos XIV e XV)
    Segundo as Escrituras Sagradas, os JUDEUS, trocaram JESUS CRISTO, por CEZAR. Ou seja, preferiam adorar o imperador romano, e, jogar no lixo o MESSIAS.
    Agora, eu vou provar que, além dos JUDEUS elegerem CEZAR com seu rei, eles, cultuavam CEZAR, dentro das sinagogas e no templo de JERUSALÉM.
    "Está decretada a ruína do nosso Templo. O imperador ordenou que se colocasse a sua estátua no santuário e que se escrevesse na coluna o nome de Júpiter. Tão espantosa notícia, deixou-nos quase petrificados, pois nos foi à mesma quase imediatamente confirmada, por outros. Retiramo-nos e nos encerramos em nossos aposentos para chorarmos a ruína particular e geral de nossa nação; como a dor é eloquente que não nos a fez dizer” (Flavio Joséfo, Livro único, Capítulo VII)
    Euzébio de Cesareia confirma o mesmo:
    "Extraordinariamente caprichoso era o caráter de Caio para com todos, mas muito especialmente contra a raça judia, à qual tinha um ódio implacável. Nas cidades, começando por Alexandria, apoderou-se das sinagogas e encheu-as de imagens e estátuas com sua própria figura (pois ele que permitia a outros erguê-las, também as erigia por seu próprio poder), e na Cidade Santa o templo, que até então saíra intacto por ser considerado digno de toda inviolabilidade, foi por ele transformado em seu próprio templo, chamando-o: Templo de Caio, Novo Zeus Epifano." (História Eclesiástica de Euzébio de Cesareia, Livro II, Capítulo VI, Verso II)
    Bem, JERUSALÉM, possui TODAS as características da GRANDE MERETRIZ do Apocalipse. Qualquer comparação com outra cidade, ou, uma igreja, será mera especulação.
    Para terminar esse artigo, vou mostrar uma grande particularidade no livro de Ezequiel. Observem:
    “Para cúmulo de todas essas maldades - Ai! Ai de ti (JERUSALÉM)! Oráculo do Senhor” (Ezequiel, Capítulo XVI, VersoXXIII)
    Deus promete CASTIGAR JERUSALÉM por seus crimes abomináveis. Esse castigo é o mesmo que, JESUS CRISTO, cita no Evangelho de São Lucas.
    “Quando virdes que Jerusalém foi sitiada por exércitos, então sabereis que está próxima a sua ruína. Os que então se acharem na Judéia fujam para os montes; os que estiverem dentro da cidade retirem-se; os que estiverem nos campos não entrem na cidade. Porque estes serão dias de castigo, para que se cumpra tudo o que está escrito.” (Evangelho de São Luca, Capítulo XXI, Versos XX ao XXII)
    Observem como, Jesus Cristo, profetiza um CASTIGO para JERUSALÉM, sendo que, esse castigo, iria cumprir tudo o que estava ESCRITO.

    ResponderExcluir
  4. Mas, será que conseguimos encontrar no Apocalipse, a mesma profecia feita por Ezequiel a respeito de JERUSALÉM? Observem:
    “A esta altura de minha visão, eu ouvi uma águia que voava pelo meio dos céus, clamando em alta voz: Ai, ai, ai dos habitantes da terra, por causa dos restantes sons das trombetas dos três Anjos que ainda vão tocar.” (Apocalipse, Capítulo VIII, Verso XIII)
    Observem como as Escrituras Sagradas se completam.
    Quem são os HABITANTES DE TERRA? Resposta: OS HEBREUS (Vide meu artigo sobre esse assunto)
    Para quem foi feita essa profecia (Ai!)? Resposta: JERUSALÉM.
    Onde, Jesus Cristo, profetizou que iria se cumprir esse castigo? Resposta: JERUSALÉM.
    Nada a respeito de ROMA?
    Como pode um protestante ler tudo isso, ter toda essa exegese em suas mãos, e, mesmo assim, afirmar que: Apocalipse refere-se à IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA.
    O cara tem que ser muito desonesto para inventar um embuste desses!
    Bem, essa profecia (Ai!), também, se cumpriu aqui:
    “Parados ao longe, de medo de seus tormentos, eles dirão: Ai, ai da grande cidade, Babilônia, cidade poderosa! Bastou um momento para tua execução!... Ai, ai da grande cidade, que se revestia de linho, púrpura e escarlate, toda ornada de ouro, pedras preciosas e pérolas...E lançavam pó sobre as cabeças, chorando e lamentando-se com estas palavras: Ai, ai da grande cidade, de cuja opulência se enriqueceram todos os que tinham navios no mar. Bastou um momento para ser arrasada!” (Apocalipse, Capítulo XVIII, Versos X ao IX)

    ResponderExcluir
  5. Continuando:

    “Seus cadáveres (jazerão) na rua da grande cidade que se chama espiritualmente Sodoma e Egito (onde o seu Senhor foi crucificado).” (Apocalipse, Capítulo XI, Verso XIII)
    Este verso, nem requer interpretação, ele mesmo auto se interpreta, mas, eu vou elaborar toda uma argumentação sobre o assunto.
    Primeiro – Vamos acabar com essa baboseira de que a Babilônia é uma Igreja; realmente, têm que ser muito desonesto para tentar usar esse tipo de interpretação, lógico, sabendo que a mentira vem do diabo e o protestantismo também, diabo com diabo, fala a mesma língua. Mas vamos lá, o próprio livros do Apocalipse diz quem é a GRANDE BABILÔNIA:
    “A mulher que viste é a grande cidade, aquela que reina sobre os reis da terra.” (Apocalipse, Capítulo XVII, Verso XVIII)
    Opa! Temos mais duas informações: A mulher é uma GRANDE CIDADE, e, ela reina sobre os REIS DA TERRA. Então, matamos por aqui essa historinha de que a Babilônia é uma Igreja, pois, a Babilônia é UMA GRANDE CIDADE. Se fosse uma Igreja, o verso diria: “A MULHER QUE VISTES É A GRANDE IGREJA QUE REINA SOBRE OS REIS DA TERRA”. Estamos falando de uma cidade, então, vamos procurar saber nas Escrituras Sagradas, quem é essa cidade.
    Prestem atenção como os dois textos por mim citados, se referem a UMA GRANDE CIDADE. Então, é justo dizer que os dois textos acenam à mesma CIDADE! Olhando de fora, qualquer herege iria afirmar que, a GRANDE CIDADE QUE REINA SOBRE OS REIS DA TERRA é ROMA, mas será que é isso que diz as Escrituras Sagradas?
    Quem é a GRANDE CIDADE segundo as Escrituras Sagradas?
    “Alef. Como está abandonada a cidade tão povoada! Assemelha-se a uma viúva a grande entre as nações. Rainha entre as províncias, ficou sujeita ao tributo... Vau. Desapareceu da filha de Sião toda a sua glória. Seus príncipes se tornaram como cervos que não encontraram pastagens e que fogem, esgotados, diante dos que os perseguem. Zain. Nestes dias de males e vida errante, recorda-se Jerusalém das delícias dos tempos idos. Agora que seu povo sucumbiu sob os golpes do inimigo e ninguém vem socorrê-la! Olham-na seus inimigos, e zombam de sua devastação.” (Livro de Lamentações, Capítulo I, I ao VII)

    ResponderExcluir
  6. Observem como o profeta trata a cidade de JERUSALÉM: Grande entre as nações!
    E como se não bastasse, o profeta nos manda mais duas informações: A Grande Cidade é a RAINHA VIÚVA. Onde podemos encontrar referências sobre essa rainha viúva?
    “Na mesma proporção em que fez ostentação de luxo, dá-lhe em tormentos e prantos. Pois ela disse no seu coração: Estou no trono como rainha, e não viúva, e nunca conhecerei o luto.” (Apocalipse, Capítulo XVIII, Verso VII)
    Observem como as Escrituras se completam sobre esse assunto!
    E não para por ai, o profeta, novamente menciona Jerusalém como A GRANDE CIDADE em outro livro:
    “Eis o que me diz o Senhor: Desce ao palácio do rei de Judá, e lá pronunciarás este oráculo... Muitos pagãos, ao passarem perto desta cidade, uns aos outros hão de dizer: Por que assim tratou o Senhor esta grande cidade?” (Livro de Jeremias, Capítulo XXII, Versos I ao VIII)
    Nesse texto, o profeta é bem claro, falando de Judá, sendo Jerusalém sua capital, o profeta afirma que é UMA GRANDE CIDADE.
    Desafio qualquer protestante, a me mostrar um só texto, onde as Escrituras afirmam: ROMA É UMA GRANDE CIDADE. Se isso acontecer, eu tiro meu artigo do ar.
    Só existe outra cidade chamada de GRANDE nas Escrituras, essa cidade se chama: NÍNIVE, no caso, essa cidade foi construída por: Nemrod, um grande rei que se estabeleceu na Babilônia, pós-dilúvio.
    “Cus gerou Nemrod, que foi o primeiro homem poderoso da terra. Ele foi um grande caçador diante do Senhor. Donde a expressão: “Como Nemrod, grande caçador diante do Eterno.” Ele estabeleceu o seu reino primeiramente em Babilônia, Arac, Acad e em Calane, na terra de Senaar. Daí foi para Assur e construiu Nínive, Recobot-Ir, Cale
    e Resem, a grande cidade entre Nínive e Cale.” (Gêneses, Capítulo X, Verso VIII ao XII)
    Ou seja, só existem duas cidades denominadas, GRANDE: Nínive, construída por um rei babilônico e Jerusalém.

    ResponderExcluir
  7. Agora, vamos expor o pensamento de alguém imparcial, vamos citar o fariseu, Flávio Joséfo:
    “A tribo de Benjamim, em cuja partilha estava Jerusalém, deu paz aos habitantes dessa grande cidade, satisfazendo-se em lhes impor um tributo. Assim, deixando uns de fazer a guerra e outros de vagar a esmo, puseram-se a cultivar e a valorizar as suas terras, e as outras tribos, imitando-as, deixaram também em paz os cananeus, contentando-se em fazê-los tributários.” (História das Antiguidades, Flávio Joséfo, Livro V, Capítulo II, Verso CXCV)
    “Quando esse grande príncipe subia descalço o monte das Oliveiras e todos se desfaziam em lágrimas em redor dele, vieram dizer-lhe que Aitofel, por uma horrível traição, havia passado para o partido de Absalão. Essa dor foi-lhe mais sensível que todas as outras, porque conhecia muito bem o valor de Aitofel, e rogou a Deus que não permitisse a Absalão seguir os seus conselhos. Quando chegou ao alto do monte, contemplou Jerusalém e derramou muitas lágrimas, pois não fazia diferença entre a perda de seu reino e a saída daquela grande cidade que lhe servia de capital.” (História das Antiguidades, Flávio Joséfo, Livro VII, Capítulo VIII, Verso CCLXXXIV)
    “Depois de se terem abandonado aos que são praticados pelos maus, eles se aborreciam com os mesmos, como muito ordinários e comuns; para satisfazer à sua abominável brutalidade, não tinham vergonha de procurar outros, que causavam horror à mesma natureza. Vestiam-se de mulheres, penteavam os cabelos, adornavam-se como elas e não as imitavam somente em suas vestes e adereços, mas até na impudência mais desavergonhada, superavam-nas ainda com ações de uma impudicícia abominável. Assim encheram Jerusalém de crimes execráveis, de tal modo que aquela grande cidade parecia um lugar público de prostituição, a mais detestável e a mais horrível de todas as infâmias.” (Guerra dos judeus, Flávio Joséfo, Livro IV, Capítulo XXXIV, Verso CCCLIV)
    “Não podemos dizer a mesma coisa desse primeiro nome que ele afirma ter sido dado a Jerusalém, como sinal do saque dos Templos e ter depois sido mudado? Quando isso fosse mesmo verdade não teríamos tido razão de fazê-lo, pois que embora os sucessores dos que tinham construído essa grande cidade achassem esse nome odioso, ele parecia honroso aos que a tinham fundado, mas o ódio que esse autor nos tinha de tal modo o cegou, que ele não considerou que a palavra "Jerusalém" não significa em hebreu o que significa em grego.” (Flávio Joséfo, Livro único, Capítulo XII)
    Bem, segundo as Escrituras Sagradas e as fontes históricas (Flávio Joséfo), Jerusalém, é a GRANDE CIDADE. Agora, vamos saber se Jerusalém reinava sobre os REIS DA TERRA.
    Primeiramente, devemos entender que, as Escrituras Sagradas, foram escritas a mais de dois mil anos, dentro de uma cultura totalmente diferente do que conhecemos hoje. Para entender as Escrituras, devemos entender a culturas da época no qual elas foram escritas. O termo: TERRA, para os Hebreus, na maioria das vezes, era usada no sentido de TERRITÓRIO, e não exatamente a um PLANETA CHAMADO TERRA. Até porque, eles não sabiam exatamente a dimensão e o formato do planeta terra.

    ResponderExcluir
  8. Vou provar isso dentro das Escrituras Sagradas:
    “Conquistou, pois, Josué toda a terra, como o Senhor tinha dito a Moisés, e deu-a em herança a Israel, repartindo-a segundo suas tribos. E a terra repousou da guerra.” (Josué, capítulo XI, Verso XXIII)
    Segundo as Escrituras Sagradas, Josué, havia conquistado TODA A TERRA. Muito bom, mas que terra ele conquistou? O planeta? Claro que não, ele apenas conquistou o território Israelita.
    Será que ele conquistou todos os REIS DA TERRA? As Escrituras respondem:
    “Estes são os reis da terra que Josué e os israelitas derrotaram aquém do Jordão, para o ocidente, desde Baal-Gal, no vale do Líbano, até a montanha nua que sobe para Seir. Josué deu essa terra em possessão às tribos de Israel, dividindo-a segundo suas famílias, tanto na montanha como nas planícies, e sobre as colinas, no deserto e no Negeb, toda a terra dos hiteus, dos amorreus, dos cananeus, dos ferezeus, dos heveus e dos jebuseus.-24 Foram eles: o rei de Jericó, o rei de Hai, perto de Betel; o rei de Jerusalém, o rei de Hebron, o rei de Jerimot, o rei de Laquis, o rei de Eglon, o rei de Gaser, o rei de Dabir, o rei de Gader, o rei de Herma, o rei de Hered, o rei de Libna, o rei de Odolão, o rei de Maceda, o rei de Betel, o rei de Tafna, o rei de Ofer, o rei de Afec, o rei de Lasaron, o rei de Madon, o rei de Asor, o rei de Semeron, o rei de Acsaf, o rei de Tanac, o rei de Magedo, o rei de Cades, o rei de Jacanã, no Carmelo; o rei de Dor, sobre os altos de Dor; o rei de Gojim, em Gálgala; o rei de Tersa. Ao todo trinta e um reis.” (Josué, capítulo XII, Verso VII ao IX)
    Vemos então, Josué, conquistando trinta e um REIS dentro do território de Israel, ou seja, OS REIS DA TERRA (Como o próprio texto diz).
    Então sabemos que Jerusalém é: A GRANDE CIDADE QUE REINA SOBRE OS REIS DA TERRA.
    Agora, falta descobrir: Quem é a cidade que se chama Sodoma, Egito e onde SEU SENHOR FOI CRUCIFICADO.
    Alguém já leu em algum lugar nas Escrituras Sagradas, alguém, afirmando que, ROMA é igual à SODOMA? Creio que nunca, até porque, isso não existe, mas, JERUSALÉM, ao contrário de ROMA, as Escrituras Sagradas, claramente, chama de SODOMA.
    Observem o que diz o profeta:
    “Profecia de Isaías, filho de Amós, a respeito de Judá e Jerusalém no tempo de Ozias, de Joatão, de Acaz e de Ezequias, rei de Judá... Os inimigos, à vossa vista, devastam vosso país. (É uma desolação, como a ruína de Sodoma). Sião está só como choupana em uma vinha, como choça em pepinal, como cidade sitiada.” (Isaias, Capítulo I, Versos do I e XI)
    “Jerusalém, com efeito, ameaça ruína, e Judá se desmorona, porque suas palavras e suas ações se opõem ao Senhor, e desafiam os olhares de sua majestade. Sua parcialidade testemunha contra eles; ostentam seus pecados (como Sodoma), em vez de escondê-los. Ai deles, porque causam dano a si mesmos.” (Isaias, Capítulo III, Versos do VIII e IX)

    ResponderExcluir
  9. Outro profeta também diz:
    "Mas, entre os profetas de Jerusalém vi obras ainda mais chocante:, vivendo em mentiras, se aliar com o ímpio, de modo que ninguém liga do mal; Para mim, eles são todos como Sodoma, os seus cidadãos como Gomorra. Adúlteros" (Jeremias, Capítulo XXIII, Verso XIV)
    Como vimos; JERUSALÉM, além de ser chamada de GRANDE CIDADE QUE REINA SOBRE OS REIS DA TERRA, também, é a cidade que se chama SODOMA. Muita coincidência vocês não acham?
    Indo um pouco mais além, vamos saber se, JERUSALÉM, é chamada espiritualmente de EGITO, ou, não.
    Isso é muito simples, em ATOS DOS APÓSTOLOS, Cefas (Rocha), faz uma linda pregação, o mais importante nessa pregação, foi o momento em que, ele, Cefas, cita uma profecia do (AT):
    “Virão, assim, da parte do Senhor os tempos de refrigério, e ele enviará aquele que vos é destinado: Cristo Jesus. É necessário, porém, que o céu o receba até os tempos da restauração universal, da qual falou Deus outrora pela boca dos seus santos profetas. Já dissera Moisés: O Senhor, nosso Deus, vos suscitará dentre vossos irmãos um profeta semelhante a mim: a este ouvireis em tudo o que ele vos disser. Todo aquele que não ouvir esse profeta será exterminado do meio do povo (Dt 18,15.19).” (Atos dos Apóstolos, Capítulo III, Versos XX ao XXIII)
    Bem, algum protestante pode me perguntar: O que isso tem a ver com JERUSALÉM se chamada de Egito? A resposta também é simples:
    Deus levantou MOISÉS para o quê? RETIRAR O POVO DO EGITO.
    Deus levantou um profeta semelhante a MOISÉS para o quê? Novamente, retirar o povo do EGITO, lógico, agora, de um modo ESPIRITUAL.
    Por esse motivo que Deus diz: DO EGITO CHAMEI O MEU FILHO.
    Essa mesma profecia, foi aludida para Jesus Cristo, porém, o profeta Oséias, falava da saída do povo Hebreu do Egito para terra prometida, ou seja, se olharmos para o lado espiritual, nós podemos concluir que, o povo que habitava Jerusalém, era descendente do povo que saiu do Egito para conquistar a terra prometida, mas, como essa cidade, ao longo do tempo, se prostituiu com deuses pagãos, assassinou todos os profetas, espiritualmente, é como se ela tivesse voltado para o Egito.
    Lembrando que para os profetas, JERUSALÉM, nunca saiu do EGITO.
    “E as suas prostituições, que trouxe do Egito, não as deixou; porque com ela se deitaram na sua mocidade, e eles apalparam os seios da sua virgindade, e derramaram sobre ela a sua impudicícia.”(Ezequiel, Capítulo XXIII, Verso VIII)
    “Todavia ela multiplicou as suas prostituições, lembrando-se dos dias da sua mocidade, em que se prostituíra na terra do Egito.”(Ezequiel, Capítulo XXIII, Verso VIII)

    ResponderExcluir
  10. Bem, para terminar esse artigo, com muita dificuldade, eu vou provar que a cidade onde SEU SENHOR FOI CRUCIFICADO se chama JERUSALÉM. Nada a ver com a cidade de ROMA, como sugere alguns lunáticos protestantes, aliás, eles levaram a sério aquela história do: MOVER MONTANHAS, eles conseguiram mover GÓLGOTA de JERUSALÉM para ROMA.
    Não é difícil, encontrar alguns lunáticos dizendo que, Jesus Cristo não foi crucificado em Jerusalém, segundo eles, GÓLGOTA, não fazia parte de Jerusalém (capital da JUDÉIA). Isso não passa de mais um sofisma protestante, dos muitos que vemos por ai. Na verdade, GÓLGOTA, era uma colina que ficava aos redores das muralhas de JERUSALÉM, isso não quer dizer que a colina não fazia parte da cidade, até porque, JESUS CRISTO, foi julgado em JERUSALÉM, condenado em JERUSALÉM pelos judeus e segundo as leis JUDAICAS, ou seja, o fato dele ter saído com sua CRUZ nas costas, cruzado as portas da cidade, e subido ao monte para ser CRUCIFICADO, não retira a culpa dos JUDEUS E MUITO MENOS DE JERUSALÉM.
    Imagine você leitor, suposição, um brasileiro que mora na divisa com a Argentina, foi julgado e condenado à morte no Brasil, espancado no Brasil, levado até a fronteira com a Argentina, e, quando chega à fronteira, esse brasileiro é levado para o lado Argentino, assim, ele é executado naquele local. PRONTO, a culpa da morte desse cidadão não é mais do Brasil e nem dos brasileiros que o mataram, agora, a culpa é: DA IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA!
    Essa é a mentalidade protestante, durma com um barulho desses!

    ResponderExcluir
  11. Segundo a esquizofrenia protestante, o fato de GÓLGOTA pertencer a JERUSALÉM, mas, ficar uns 5 km da porta das muralhar, a cidade onde seu senhor foi crucificado se chama ROMA (risos), e, a culpa não é mais dos JUDEUS, agora, a culpa é da IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA. Deixo para que o leitor tire suas próprias conclusões.
    Deixando toda essa baboseira de lado, eu vou provar biblicamente que: JESUS CRISTO foi crucificado em JERUSALÉM.
    Vamos começar com a transfiguração de Jesus Cristo:
    “Passados uns oitos dias, Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João, e subiu ao monte para orar. Enquanto orava, transformou-se o seu rosto e as suas vestes tornaram-se resplandecentes de brancura. E eis que falavam com ele dois personagens: eram Moisés e Elias, que apareceram envoltos em glória, e falavam da morte dele, que se havia de cumprir em Jerusalém.” (Evangelho de São Lucas, Capítulo IX, Versos XXVIII ao XXXI)
    Meu Deus! Ou os protestantes não possuem esse livro, ou, São Lucas estava louco. Segundo São Lucas, MOISÉS E ELIAS, falavam sobre a morte de Jesus Cristo que deveria ocorrer em JERUSALÉM. Será que Moisés e Elias erraram na profecia? Segundo os protestantes, SIM.
    No mesmo livro, Jesus Cristo diz:
    “No mesmo dia chegaram alguns dos fariseus, dizendo a Jesus: Sai e vai-te daqui, porque Herodes te quer matar. Disse-lhes ele: Ide dizer a essa raposa: eis que expulso demônios e faço curas hoje e amanhã; e ao terceiro dia terminarei a minha vida. É necessário, todavia, que eu caminhe hoje, amanhã e depois de amanhã, porque não é admissível que um profeta morra fora de Jerusalém.” (Evangelho de São Lucas, Capítulo XIII, Versos XXXI ao XXXIII)

    ResponderExcluir
  12. segundo os protestantes, JESUS CRISTO, não sabia o local da sua própria morte! Pena não existir um protestante na época para ensinar JESUS CRISTO que, ele deveria morrer em ROMA.
    Euzébio de Cesareia, também diz: Jerusalém era culpada pela morte de Jesus Cristo.
    Observem:
    “O mesmo autor faz saber ainda que além destas ocorreram em Jerusalém muitas outras revoltas, afirmando que desde aquele tempo, nem na cidade nem em toda a Judéia faltaram sedições, guerras e maldosas tramas de uns contra outros, até que finalmente chegou o assédio de Vespasiano. Assim é que a justiça divina alcançava os judeus por seus crimes contra Cristo.” (História Eclesiástica de Euzébio de Cesareia, Livro II, Capítulo IV, Verso VIII)
    Para terminar, Jesus Cristo, nosso Senhor e salvador, foi julgado e condenado pelos judeus segundo as leis judaicas, e, não segundo as leis romanas.
    “Apareceu então Jesus, trazendo a coroa de espinhos e o manto de púrpura. Pilatos disse: Eis o homem! Quando os pontífices e os guardas o viram, gritaram: Crucifica-o! Crucifica-o! Falou-lhes Pilatos: Tomai-o vós e crucificai-o, pois eu não acho nele culpa alguma. Responderam-lhe os judeus: Nós temos uma lei, e segundo essa lei ele deve morrer, porque se declarou Filho de Deus.” (Evangelho de São João, Capítulo XIX, Verso V ao VII)
    Resumindo: Jesus Cristo, foi julgado, condenado, crucificado pelos Judeus em Jerusalém, ou seja, A CIDADE ONDE SEU SENHOR FOI CRUCIFICADO é JERUSALÉM. Sendo assim, Jerusalém, é a GRANDE BABILÔNIA do Apocalipse.
    Não adianta o protestantismo chorar, gritar, pular etc. Usar achismo, sofismas e interpretações forçadas para denegrir a Igreja Católica, eu, Cris Macabeus, usando desse mesmo artifício, colocaria qualquer igreja protestante dentro dessas profecias, aliás, colocaria o protestantismo inteiro (E eu sou bom nisso). Esse é o tipo de interpretação do eu ACHO. Porém, eu não faço parte dessa imundícia mundana, eu sou verdadeiro, tenho caráter e dignidade, eu tenho o dever de expor a verdade do Cristianismo em meu site, sendo assim, não me deixar levar pela emoção. (OU PELO ÓDIO SATÂNICO COMO FAZ O PROTESTANTISMO)
    Se algum protestante, seja quem for, conseguir refutar meu artigo, e, provar que, ROMA é a grande cidade onde seu senhor foi crucificado (como eu provei), eu retiro meu artigo do ar.
    Todos esses artigos serão atualizados posteriormente.
    Felizmente, ainda existe nesse mundo protestantes sérios. Quem quiser pode acessar esse site: http://remanescentesdagraca.com.br/estudos/view/8#.VLqNGEfF-So
    E mais uma vez as Mentiras do Apocalipse Protestante caem por terra.

    ResponderExcluir
  13. Continuando com a refutação:

    A mulher vestida de púrpura e escarlate.


    “4. A mulher estava vestida de púrpura e escarlate, adornada de ouro, pedras preciosas e pérolas. Tinha na mão uma taça de ouro, cheia de abominação e de imundície de sua prostituição” (Apocalipse capítulo 17)
    “12. carregamento de ouro e prata, pedras preciosas e pérolas, linho e púrpura, seda e escarlate, bem como de toda espécie de madeira odorífera, objetos de marfim e madeira preciosa; de bronze, ferro e mármore” (Apocalipse capítulo 18)
    “16. Ai, ai da grande cidade, que se revestia de linho, púrpura e escarlate, toda ornada de ouro, pedras preciosas e pérolas” (Apocalipse capítulo 18)
    A mulher vestida de púrpura e escarlate, mais um grande absurdo na interpretação deturpada do Apocalipse Protestante, segundo os hereges, essa mulher se trata da Igreja Católica porque as vestes dos Cardeais Católicos são da cor púrpura e escarlate, mas existe uma contradição nessa interpretação, pois os mesmos dizem ser o papado a Besta, sendo assim, a veste do Santo Padre deveria ser da cor púrpura e escarlate e não as vestes dos cardeais. Lendo os textos do Apocalipse referentes a tais características, podemos observar no versículo quatro do capítulo dezessete que uma mulher estava vertida de púrpura e escarlate, já no versículo dezesseis do capítulo dezoito observamos que essa mulher era a (Grande Cidade).
    Eu poderia acabar aqui com a interpretação maluca que esses protestantes fizeram no Apocalipse, pois a mulher vestida de púrpura e escarlate era uma (Grande Cidade) e não uma (Igreja), como eu já expliquei em outros artigos, a única cidade do mundo tratada como (Mulher) e (Grande Cidade) é Jerusalém e não Roma ou a Igreja Católica.
    A cidade tratada como mulher prostituta = (Jerusalém).
    “2. filho do homem, mostra a Jerusalém os seus crimes abomináveis.... 32. Tens sido mulher adúltera que acolhe os estranhos em lugar do esposo. 33. A todas as prostitutas se dão presentes, mas tu fizeste brindes a todos os teus amantes, procedeste com largueza para que de todos os lados viessem prostituir-se contigo” (Ezequiel capítulo 16)
    A cidade tratada como Grande Cidade = (Jerusalém).
    “1. Eis o que me diz o Senhor: Desce ao palácio do rei de Judá, e lá pronunciarás este oráculo:...8. Muitos pagãos, ao passarem perto desta cidade, uns aos outros hão de dizer: Por que assim tratou o Senhor esta grande cidade?” (Jeremias capítulo 22)

    ResponderExcluir
  14. sabendo que Jerusalém é a única cidade bíblica tratada como mulher, prostituta e Grande Cidade; agora falta identificar se a mesma também é tratada como a cidade vestida de púrpura e escarlate.
    Primeiramente vamos entender o real significado de púrpura e escarlate.
    Púrpura = Cor vermelha a tirar para o roxo.
    Escarlate = Cor vermelha viva e rutilante; tecido que tem essa cor.
    Segundo o dicionário no qual todos os protestantes costumam usar, o púrpura e escarlate são cores simples e normais, porém, na Bíblia Sagrada, o púrpura e escarlate possui um significado a mais do que vemos no dicionário Aurélio; segundo o Profeta Isaias, o púrpura e escarlate tem o significado das faltas cometidas pela cidade de Jerusalém.
    “1. Profecia de Isaías, filho de Amós, a respeito de Judá e Jerusalém no tempo de Ozias, de Joatão, de Acaz e de Ezequias, rei de Judá.....18. Pois bem, justifiquemo-nos, diz o Senhor. Se vossos pecados forem escarlates, tornar-se-ão brancos como a neve! Se forem vermelhos como a púrpura, ficarão brancos como a lã! 21.... Como se prostituiu a cidade fiel, Sião, cheia de retidão? A justiça habitava nela, e agora são os homicidas” (Isaias capítulo 1)
    Isaias diz: Jerusalém está manchada de púrpura e escarlate por causa de suas prostituições e seus crimes abomináveis.
    Agora eu vou mostrar para todos os leitores, que a púrpura e escarlate está mais ligada a Jerusalém do que todos os protestantes imaginam.
    Tudo começa com o próprio tabernáculo de Moises, nele é colocado cortinas de púrpura e escarlate, além das esculturas e todas as artes na cor púrpura e escarlate.
    “1. Farás o tabernáculo com dez cortinas de linho fino retorcido de púrpura violeta, púrpura escarlate e de carmesim, sobre as quais alguns querubins serão artisticamente bordados” (Êxodo capítulo 26)
    “35. Dotou-os de talento para executar toda sorte de obras de escultura e de arte, de bordados em estofo de púrpura violeta e escarlate, de carmesim e de linho fino, e para a execução assim como o projeto de toda espécie de trabalhos” (Êxodo capítulo 35)
    Do mesmo modo, as vestes sacerdotais na cor púrpura e escarlate não eram as vestes Católicas e sim as vestes dos sacerdotes Levitas.
    “1. Com a púrpura violeta, a púrpura escarlate e o carmesim, fizeram-se as vestes de cerimônia para o serviço do santuário, e os ornamentos sagrados para Aarão, como o Senhor havia ordenado a Moisés” (Êxodo capítulo 39)
    Além dos sacerdotes, todos os Israelitas possuíam em suas vestes um cordão na cor púrpura.
    “38. Dize aos israelitas que façam para eles e seus descendentes borlas nas extremidades de suas vestes, pondo na borla de cada canto um cordão de púrpura violeta” (Números capítulo 20)
    No famoso canto fúnebre de Davi ao rei Saul e seu filho Jonatas, Davi diz que Saul vestia de púrpura os Israelitas.
    “24. Filhas de Israel, chorai por Saul, que vos vestia de púrpura suntuosa, e ornava de ouro vossos vestidos. 25. Como caíram os heróis? Em pleno combate Jônatas tombou sobre as tuas colinas” (II Samuel capítulo 1)

    Sem contar que as cores das vestes sacerdotais (Escarlate, purpura) foi ordenada pelo proprio Deus( Exodo 39) não tendo em nada haver com as cores citadas no livro do Apocalipse referindo-se a Jerusalem!

    ResponderExcluir
  15. Para terminar, eu vou colocar aqui as explicações de Flavio Josefo sobre os significados dessas duas cores nas vestes sacerdotais Levita. (Provas de que essas duas cores eram referencias significativas para o povo Hebreu e não para Igreja Católica).
    “Os doze pães da proposição significam os doze meses do ano. Os véus, tecidos de quatro cores, indicam os quatro elementos, pois o linho refere-se à terra, que o produz, e é da mesma cor; a púrpura significa o mar, pois é tingida com o sangue de um certo peixe; o escarlate representa o fogo (a túnica do sumo sacerdote significa também a terra); o jacinto, que tende para a cor do azul, representa o céu; as sementes de romã, os relâmpagos; o som das campainhas, os trovões” (Flavio Josefo história dos Hebreus livro terceiro capítulo 8)
    O Judeu Flavio Josefo explica que cada cor das vestes sacerdotais possui um significado, no caso o linho, a púrpura, o escarlate e o jacinto representam os quatro elementos da terra, ou seja, terra, água, fogo e ar; sendo assim, ele diz que:
    Púrpura significa = Água, no caso o mar.
    Escarlate significa = fogo.
    Assim conseguimos entender a importância dessas duas cores para o povo Hebreu, o mesmo não ocorre para cidade de Roma.
    Com esses textos bíblicos e os textos de Falvio Josefo, sabemos quem é a mulher vestida de púrpura e escarlate, mas para os protestantes que ainda insistem na tese maligna de que Apocalipse se refere a Igreja Católica, me mostrem um texto bíblico onde o autor trata Roma como a cidade vestida de púrpura e escarlate. Assim eu termino mais um artigo.
    Mais uma mentira cai por terra.

    ResponderExcluir
  16. Continuando a refutação: Sai dela povo meu! Jerusalém ou Roma?

    esse termo retirado do livro de Apocalipse é usado pelos amigos rebelados para atacar a Santa Igreja Católica, segundo eles e segundo as interpretações bizarras que eles fazem no livro do Apocalipse, um belo dia ou um terrível dia (segundo cada interpretação) um anjo passará dizendo essa frase “Sai dela meu povo” se referindo a Santa Igreja Católica.
    Não vou poupar nomes não, as principais seitas que pregam isso abertamente são:
    Ministério 4 Anjos.
    Voces da seita Adventistas em geral seguidores da falsária Ellen G. White.
    Testemunhas de Jeová.
    E vários seitas protestantes pentecostais e neo-pentecostais, não vou citar uma por uma porque são centenas delas.
    Agora eu pergunto para esse bando de lunáticos, será que é isso mesmo que diz Apocalipse? Vamos ao texto:
    Apocalipse 18
    4. Ouvi outra voz do céu que dizia: Meu povo, sai de seu meio para que não participes de seus pecados e não tenhas parte nas suas pragas,
    Bem nesse texto diz para as pessoas saírem de um lugar (Não de uma Igreja) para não participar de seus pecados e das suas pragas, até ai tudo bem, porém vamos encontrar na Bíblia Sagrada de que lugar o livro do Apocalipse se referia.
    Lucas 21
    20. Quando virdes que Jerusalém foi sitiada por exércitos, então sabereis que está próxima a sua ruína.
    21. Os que então se acharem na Judéia fujam para os montes; os que estiverem dentro da cidade retirem-se; os que estiverem nos campos não entrem na cidade.
    22. Porque estes serão dias de castigo, para que se cumpra tudo o que está escrito.
    23. Ai das mulheres que, naqueles dias, estiverem grávidas ou amamentando, pois haverá grande angústia na terra e grande ira contra o povo.
    24. Cairão ao fio de espada e serão levados cativos para todas as nações, e Jerusalém será pisada pelos pagãos, até se completarem os tempos das nações pagãs.

    ResponderExcluir
  17. a resposta desse versículo de Apocalipse está no Evangelho de São Lucas, observem o texto e todos vocês entenderão que:
    Jesus Cristo manda as pessoas saírem de Jerusalém e da Judéia.
    Jesus Cristo manda ninguém entrar na cidade.
    Jesus Cristo diz que serão dias de castigos.
    Jesus Cristo diz que esse castigo contra Jerusalém será para se cumprir tudo o que está escrito.
    Jesus Cristo diz que será angustia e ira contra aquele povo.
    Agora eu pergunto:
    Será que existe ainda algum lunático que irá desmentir Jesus Cristo?
    Agora eu vou mostrar aqui o que Jesus Cristo se referia ao dizer:
    “Para que se cumpra tudo o que foi escrito”, olhe o que foi escrito contra Jerusalém (Sai dela meu povo).
    Ezequiel 9
    4. e lhe disse: Percorre a cidade, o centro de Jerusalém, e marca com uma cruz na fronte os que gemem e suspiram devido a tantas abominações que na cidade se cometem.
    5. Depois, dirigindo-se aos outros em minha presença, disse-lhes: Percorrei a cidade, logo em seguida, e feri! Não tenhais consideração, nem piedade.
    Jamais alguém encontrará na Bíblia Sagrada um versículo onde há uma condenação a cidade de Roma, isso é apenas fruto das alucinações protestantes.
    Resumindo o tal “Sai dela meu povo” era referente à cidade de Jerusalém (prostituta da Babilônia).
    E mais uma vez a mentira acaba.

    ResponderExcluir
  18. Sobre o nome do Vaticano seu significado e a besteria por voces inventada, aqui vai a resposta:

    A palavra “Vaticano” tem origem em “colina vaticana”

    É A COLINA na qual o VATICANO se encontra.

    Vaticano é UMA COLINA “MONTANHA” situada na região noroeste DE ROMA
    Assim os PROFETAS da antiga aliança, prefiguram o VATICANO como a “MONTANHA DO SENHOR” (Colina):

    Is 2,2: ”No fim dos tempos acontecerá que o monte da CASA DO SENHOR estará colocado À FRENTE DAS ((MONTANHAS)), E DOMINARÁ ((AS COLINAS)). Para AÍ ACORRERÃO TODAS AS GENTES,”
    3: “e OS POVOS VIRÃO EM MULTIDÃO: Vinde, dirão eles, SUBAMOS À MONTANHA DO SENHOR, À CASA DO DEUS de Jacó: ele nos ensinará seus caminhos, e nós trilharemos as suas veredas. Porque de Sião deve sair a lei, e de Jerusalém, a palavra do Senhor”

    Alias, essa história de vaticanus ser um deus romano Isso não tem nada a ver com a Igreja está lá, Vaticanus é justamente por que naquela região antigamente haviam muitos advinhos
    então ficou conhecido como lugar de profecias
    A basílica de são Pedro foi constrída ali centenas de anos atrás

    ResponderExcluir
  19. E para terminar? que tal voces darem uma olhada nesse artigo de sua propria denominação:

    http://www.adventistas.com/maio2000/art2905200001.htm

    ResponderExcluir
  20. MEU AMIGO, DIZER QUE MARIA FOI ACENDIDA AO CÉU, ATRIBUINDO A ELA PODER COMO ONIPRESENÇA E UNICIÊNCIA COMO DEUS, SENDO QUE SOMENTE O SENHOR JESUS A SIM O FEZ, OS "ÍCONES" IMAGENS DE ESCULTURA QUE SÃO BEIJADOS E CARREGADOS EM PROCISSÃO, ADIVINHA POR QUAL IGREJA? ESTA NA BÍBLIA PROFETIZADO.
    Isaías 45:20 Congregai-vos, e vinde; chegai-vos juntos, os que escapastes das nações; nada sabem os que conduzem em procissão as suas imagens de escultura, feitas de madeira, e rogam a um deus que não pode salvar. ENTRE OUTRAS PRATICAS QUE SE FORMOS ENUMERAR A IGREJA CATÓLICA PSEUDO CRISTÃ FAZ O CONTRÁRIO DO QUE REALMENTE É A SÃ DOUTRINA QUE UMA VEZ FOI DADA AOS SANTOS.
    O MAIS INCRÍVEL DE TUDO ISSO É QUE AS PROFECIAS ESTÃO NA BÍBLIA MAS SÃO IGNORADAS POR QUEM NELA ESTA.

    ResponderExcluir
  21. Marcos, tire de uma vez por toda estas escamas dos teus olhos. O tempo está próximo, e ela vai ser destruida mesmo. Deus não é criança, e vc se comporta como fosse! Qual a ordem que matou mais cristãos no mundo? A quem os reis da terra se curvam?

    ResponderExcluir
  22. Marcos, que Bíblia você tá lendo? Escreveu tanto, sem explicação plausível!!!

    ResponderExcluir